Posts Tagged ‘faça você mesmo’

h1

Artesanato / Madeira / Pintura / Abajur / Lampshade

03/11/2013
Dutra Máquinas
PATROCINA ESTE POST

Abajur de Madeira e Plástico – Lampshade

Este projeto está comigo para acabamento já tem alguns anos e agora, finalmente, foi terminado. O abajur é feito com ripas de madeira na espessura de 1 x 1 cm e uma base de 1 cm de espessura mas com 3,5 x 14 cm.

12B

Começamos com a apresentação do projeto com as medidas:

proj_abtjour_01proj_abtjour_02Medidas apresentadas e matéria prima cortada, vamos começar a preparar os encaixes. Os encaixes foram programados para que as partes se completem sem que sejam sobrepostas. Vamos deixar que as imagens expliquem melhor.

19A  ilustr_02

A ideia vocês já pegaram, mas como fazer esse rebaixo na ripa? Existem várias formas de fazer este rebaixo para que o encaixe funcione. Vou apresentar duas delas.

ilustr_03  ilustr_04

Na primeira, faça a marcação das distâncias da ponta, e com ajuda de uma serra circular (cuja lâmina deve estar aparente apenas 0,5 cm) passe pela serra o suficiente para gastar apenas 1cm de largura. Faça isso em todas as ripas de 18 cm. Outra forma é com o uso de uma lâmina de serra e um formão. Com a serra, faça dois cortes de 0,5 cm de profundidade, com largura de 1 cm entre eles. Com alguma habilidade, vá eliminando o intervalo entre os dois cortes com a ajuda de um formão, usado na posição diagonal. Nesta forma, se quiser, pode fazer mais cortes entre os cortes limites para facilitar a remoção dos pedaços do intervalo. Vamos dar mais uma olhada na forma do encaixe.

ilustr_01  18A

Montada a estrutura conforme as medidas apresentadas no desenho do projeto, a aparência do conjunto ficará assim:

20A

Ah! Não podemos esquecer de escolher qual será a parte de baixo para inserir aquela madeira que será a base do soquete. Esta madeira deverá ser colocada por dentro, e fixada com cola e dois pregos inseridos através das ripas. Dois preguinhos de cada lado e a cola evitarão que escape ou gire.

Aqui começa a colocação da cobertura ao redor da luminária, cuja função é difundir a luz sem que a lâmpada seja vista diretamente.

Como não achei este tipo de material no mercado sendo vendido em folhas, optei por comprar uma pasta (vendida em papelarias) cujo material era translúcido o suficiente para deixar passar uma linda luz branca.

01A

O corte para retirada das partes que seriam usadas foi feito deste modo:

03A  04A

Marcar sob cada lateral da pasta um retângulo de 29 x 17,8 cm e cortar, formando assim dois retângulos que deverão receber vincos (feitos com uma régua  e um clips para papel) como na imagens. Seguem as medidas no projeto abaixo:

proj_abtjour_04

Apesar do intervalo entre a estrutura de cima e a de baixo ser de 18 cm, o plástico deve ser cortado com 17,8 cm para evitar que qualquer pequena variação na montagem impeça a colocação do mesmo. Caso seja necessário, retire mais 1 mm em cima e em baixo do plástico. A dobra com 1 cm é para encaixe em uma das barras para sobrepor e servir de base para fixação, como vemos na próxima imagem.

05A

Antes de fixar os plásticos nas laterais, devemos cuidar da parte elétrica do Abajur. Os materiais necessários mostrados na foto são: uma lâmpada de 15w (tipo e watts à sua escolha, não passando dos 20w na lâmpada econômica e de 40w na incandescente – lembre-se, isso é um abajur e não um farol), um soquete (preferencialmente de porcelana), um plugue (com a nova pinagem), um metro de fio (mais ou menos, conforme sua necessidade) e um interruptor (do tipo pêra), que deve ser colocado em meio ao fio (obedecendo uma distância do abajur ao seu critério). Para isso, precisaremos de uma faca tipo Olfa para descascar os fios, uma chave de fenda pequena e uma chave philips pequena ,

06A  07A

Conforme mostrado, as ligações são simples e devem ser feitas com muita atenção e capricho. Caso não tenha conhecimento algum de eletricidade ,peça ajuda a alguém próximo que tenha. Fixe o soquete no centro da madeira de base do fundo com a ajuda de um parafuso que deverá se fixar na madeira (marcada previamente), partindo de dentro do soquete até a madeira. O fio deverá sair por baixo do abajur.

08

Finalmente, vamos fixar os plásticos laterais. A fixação será feita com parafusos que deverão ser colocados em duas laterais, sobrepondo a parte inteira sobre a parte de 1 cm que está apoiando e segurando a outra lateral. Veja nas imagens se fica mais claro.

10A  11A

Entenderam? cada dobra de 1 cm ficará oposta a outra e por baixo da folha maior de plástico, recebendo a seguir os parafusos (equidistantes – distâncias iguais) que, além de fixar os plásticos laterais, dão um acabamento bonito. São parafusos bem pequenos, apenas para prender na ripa de 1 cm.

12A13A

Sucesso! Teste na tomada mais próxima e aproveite. Caso curta, você pode decorar as laterais com Contact preto recortado em um formato de um desenho discreto (como letras japonesas, por exemplo). E, como um lado do plástico é liso e outro áspero, você pode se utilizar de Insulfilm (aquele para vidros de carro) e colocar um desenho, deixando a luz passará através. Mãos à obra.

h1

Artesanato / Madeira / Pintura / Boneco de Neve

07/12/2011
Dutra Máquinas

PATROCINA ESTE POST

Objeto de Decoração de Natal

Nossa escolha de projeto faça você mesmo de bricolage desse mês envolve mais um pouco de madeira recortada e pintura. Escolhemos a figura do Boneco de Neve por ser um dos símbolos do Natal com um traçado simples de fácil execução. O tamanho sugerido no projeto é de 65cm, mas você poderá colocar na proporção que quiser. Segue o projeto.

Materiais necessários:

- um pedaço de madeira compensada de 5mm de espessura no tamanho suficiente para realizar seu projeto;
- lápis macio para riscar a madeira
- máquina de serra tico-tico;
- lixa 180 para madeira;
- pincéis, fino e chato;
- tinta látex para fundo;
- tintas esmalte sintético nas cores branca, vermelha, verde e preto;
- fio de nylon.
 

Depois de determinar o tamanho que quer seu boneco, risque sobre a madeira compensada. Recorte o contorno com a ajuda da serra tico-tico (use uma serra de  acabamento fino para evitar de levantar lascas na borda do compensado).

Depois de recortar tudo é o momento de lixar as bordas para eliminar as lascas que possivelmente tenham se soltado. Evite arredondar a borda da madeira ao lixar. Lixe de forma plana com a superfície da madeira em forma de círculos. Nas bordas, segure a madeira firmemente e passe no sentido do topo das fibras (apenas para tirar alguma imperfeição).

Para evitar que a madeira absorva muita tinta e também para diminuir as imperfeições de sua textura, uma demão de tinta látex aplicada com pincel ou rolinho de espuma se faz necessária. Lixar após bem seca.

Agora estamos prontos para pintar. Esta pintura é uma sugestão apenas. Você pode ter a sua ideia para a escolha de cores do cachecol, da cartola e até acrescentar mais elementos ao visual, como festões, luzes, etc. Para pendurar, faça pequenos furinhos no topo da cartola e passe um fio de nylon que servirá de alça no verso para pendurar em um prego ou elemento da sua porta.

Outros desenhos podem ser aproveitados para aumentar os elementos de decoração. Experimente!

Feliz Natal a todos!

h1

Artesanato / Madeira / Pintura / Cursores

23/10/2011
Dutra Máquinas

PATROCINA ESTE POST

Objeto de decoração de parede

Nosso projeto de bricolage envolve duas sugestões de elementos para decorar a parede próxima ao computador ou onde preferir. Sempre no estilo decoração faça você mesmo. São as duas formas mais comuns de cursores de computador, a seta e a mãozinha. Abaixo, os projetos de cada tipo de cursor:

A madeira usada para este projeto é o MDF de 1cm de espessura. Para sua confecção precisaremos de:

  • 1 pedaço de MDF de no mínimo 30 x 24cm
  • Lápis preto
  • Máquina de serra tico-tico
  • Lima fina
  • Lixa para madeira 180
  • Pincel
  • Solvente de tinta
  • Base seladora para madeira
  • Estilete
  • Tinta esmalte sintético na cor branca
  • Tinta esmalte sintético na cor preto fosco
  • Adesivo preto.

Após transferir o desenho do projeto fornecido usando carbono ou qualquer outra forma, divide-se a madeira para facilitar o corte, que será a próxima etapa.

Neste passo o corte será feito com uma máquina de Serra tico-tico, e portanto todo cuidado deverá ser tomado. Óculos protetores são indispensáveis. Como o pedaço a ser recortado é pequeno, a peça deverá estar presa com grampo à bancada de trabalho para evitar acidentes com as mãos. Para que este recorte seja bem feito não se deve ter pressa. Os cantos onde se encontram os cortes devem merecer toda atenção, pois o momento de parar o avanço da serra é que determina a precisão desta aresta interna e externa. Pratique em um outro pedaço até adquirir este controle de acabamento.

Para que o acabamento do corte fique o melhor possível, utilize-se de uma lima fina e de uma lixa 180 para madeira. Passando primeiro a lima e depois a lixa, qualquer rebarba do corte desaparecerá ou será muito atenuada. Passe de forma bem leve sobre a superfície para que a base seladora pegue bem.

Antes de pintar com a tinta branca é necessário uma demão de base seladora para madeira, pois o MDF é um material muito absorvente. Com esta demão, a madeira consumirá menos tinta, evitando inúmeras demãos para dar cobertura. Após secar a demão da base seladora, aplique a tinta esmalte sintético na cor branca por cima e aguarde a sua total secagem. As laterais também devem ser pintadas. No caso do cursor em formato de mão, as laterais e as arestas deverão receber uma pintura na cor preto fosco.

Aguarde a total secagem da peça e para finalizar, com o adesivo preto recortado em tiras de 1 cm de largura, faça os detalhes pretos na parte superior da peça. Tenha como referência o desenho do projeto.

No caso do cursor tipo seta, a parte que deve ficar preta é a central. Para tanto, recorte o adesivo preto (conforme modelo do desenho) e aplique sobre a peça. Pressione bem sobre a superfície usando um pano que poderá servir para empurrar para as extremidades as possíveis bolhas que venham a se formar. Caso não consiga levá-las até a bordas, recomendamos que faça um furinho com a ajuda de um alfinete e pressione para sair o ar aprisionado.

Pronto. Seus cursores estão terminados. Agora, para encerrar, faça um furo (que não deve exceder a espessura do MDF) bem no centro da parte de trás, para pendurar na parede com um pequeno preguinho.

h1

Projeto / Madeira / Apoio para pés

27/05/2011

O projeto para apoio dos pés em mesas de trabalho foi desenvolvido com retalhos de madeira MDF de 20mm de espessura. Comecemos pelo desenho do projeto:

Com a madeira riscada e sua serra tico tico ou circular de mão inicie os cortes. E já que estamos serrando as duas partes (iguais) laterais, aproveitamos e serramos as madeiras cilíndricas (cabos de vassoura) que unirão as duas laterais

  

  

Você poderá observar que na última imagem já aparecem os furos feitos na lateral para prender as madeiras roliças. Observando o desenho do projeto, você poderá notar que, para melhor fixação e também para evitar o jogo das partes com o uso, foi feito um alargamento (com uma broca chata de 25mm de largura) na furação das partes internas das laterais, no ponto onde a madeira cilíndrica encosta na lateral e que deverá ir até a metade da espessura desta lateral. A finalidade disso é que os quatro pontos onde estas encostam se encaixem e recebam cola antes do engatar final e um parafuso pelo lado de fora. Para facilitar o aparafusamento faça um pequeno furo na madeira cilíndrica.

     

O conjunto já esta preso e abaixo mostro os parafusos usados, as arruelas (que no caso de MDF são sempre úteis) e até as arruelas plásticas feitas com  tampa de lata de leite, tesoura e um vazador. Esta precaução visa evitar a erosão provocada pelo mover da parte que necessita ser presa, porém mantendo a mobilidade para se adequar à posição e movimento dos pés.

  

O resultado fica assim. Esse apoio serva para evitar a falta de circulação sanguínea embaixo das coxas e ajuda a flexão dos tornozelos.

Mãos a obra.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 375 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: