h1

Artesanato / Arte / Xilografia / Art / Xylography

21/05/2007

titulo-artesanato.jpg titulo-artes.jpg

XILOGRAFIA / XILOGRAVURA

Este sistema é um dos mais antigos métodos de gravação e seu nome deriva do grego xylon (madeira) e grafos (gravar).
O processo xilográfico consiste em entalhar linhas sobre uma prancha de madeira, pensando que as partes visíveis serão as que estiverem em relevo e que as sem impressão serão as que estarão em baixo relevo.

Este tipo de impressão -conta a história- já se praticava no Oriente desde o século VII e era utilizado especialmente para a estampa de tecidos. Aparece na Europa muito tempo depois e os primeiros registros são do século XIV em estampas religiosas e calendários. Com a difusão do papel na Europa no século XV houve uma expansão da xilografia. A maior expressão da xilogravura tem destaque na Alemanha com a presença de Albert Dürer (1471-1528). Outro artista, no século XVII destacou-se na xilografia, Lucas Cranach e a partir do século XVII começa a substituição da base de madeira pela de metal.
Graças à precisão artística alcançada pela técnica, no século XIX foi muito utilizada para a ilustração de livros e de periódicos.

adurer-melancolia01.jpg Lucas Cranach-Werwolf

Vamos aos passos para a confecção de xilogravuras:

1- Escolha uma base de madeira uniforme para que a impressão seja homogênea; evite madeiras com defeitos ou nós. A madeira pode ser de qualquer espécie e no Brasil temos muita disponibilidade de madeiras com as características certas como a peroba rosa, a peroba do campo, o pequia marfim , a goiabeira, a canela etc…
A regra básica diz que em trabalhos muito detalhados usa-se madeira dura e em trabalhos com grandes áreas menos detalhadas podem ser usadas madeiras mais macias tipo cerejeira, cedro e pinho. Há a necessidade de se preparar a madeira com lixas cada vez mais finas para eliminar qualquer imperfeição e deixar a superfície como se tivesse sido polida. Aí estará pronta para receber o desenho e o entalhe.

2- Escolhido o desenho deve-se transferi-lo usando carbono ou pode-se desenhar diretamente na madeira. Escolha uma maneira de determinar o que será escavado e o que ficará; para isso pode-se usar tinta nanquim nas áreas que ficarão ou achurar (riscar leve e continuamente) com o lápis. Lembre-se, que o desenho ficará invertido; se for escrever algo, as letras deverão estar invertidas da mesma forma que um carimbo.

xilogravura-01.jpg

3- As ferramentas para o entalhe podem ser a goiva,

goivas-de-entalhe.jpg

o buril,

buril-pentalhe.jpg

formão e a faca. Com cada formato de ponta se obtém um resultado de acabamento e precisão diferentes, o que deve ser testado e experimentado em outro pedaço que não será usado para saber o que esperar de cada tipo.
Devem estar sempre bem afiadas e depois de usadas, ser armazenadas com muito cuidado.
Acidentes durante o entalhe são frequentes e para evitá-los faça você mesmo algum tipo apoio para evitar que a base se mova e escape da sua mão.
suporte.jpg suporfte_mesa.jpg

4- É hora de começar! Escolhidas as ferramentas, entalhe e retire da superfície o que não vai querer que saia na impressão. Lembre-se: a profundidade do entalhe está diretamente ligada à limpeza da área sem impressão; se não for tirado o suficiente, ao entintarmos a madeira corremos o risco de a tinta encostar na área determinada para não imprimir e surgir como impressão numa área não desejada. Com o tempo e a prática você poderá fazer experiências, como riscar  áreas que deveriam ser pretas chapadas e criar com isso, diferentes efeitos e texturas.xilogravura-01a.jpg
xilogravura-02.jpg

5- Original pronto, vamos à impressão. Sobre uma superfície lisa (vidro, granito etc…) coloque uma pequena quantidade de tinta e com o auxílio de um rolo (especial para entintar) espalhe a tinta até obter uma distribuição homogênea; isso é necessário para distribuir uniformemente a tinta no rolo. Passe em seguida o rolo sobre a matriz de madeira, preferencialmente no sentido da fibra e entinte uniformemente, sem pressionar.

xilogravura-03.jpg xilogravura-05.jpg

Rolo Entintar Xilografia

Em seguida, com toda a delicadeza pouse o papel para onde será transferida a tinta por sobre a matriz e munido de uma colher de pau esfregue o fundo da colher sobre o papel que está sobre a matriz em movimentos circulares e exercendo pressão suficiente.

xilogravura-06.jpg

Depois de perceber que toda área de impressão foi trabalhada, retire o papel puxando por uma das pontas, levantando lentamente.

xilogravura-07.jpg xilogravura-08.jpg xilogravura-09.jpg

Esta primeira prova é chamada de “Prova de Estado” ou “PE”. Após algumas PE a madeira já deve ter absorvido bem a tinta, proporcionando provas sem falhas e então é hora de fazer as cópias que poderão ser numeradas; caso pretenda fazer 50 copias dessa matriz, na primeira escreva a lápis em um canto de sua gravura 1/50 e assine sua obra, 2/50 e assinatura e assim por diante. Se for comercializá-las essa numeração será importante. Caso escolha algumas para você mesmo, (o que geralmente oscila entre 10% do total), essas provas serão chamadas de “Prova do Artista” ou “PA”, e deverão ter antes do número, a sigla PA.
Deixe secar muito bem antes de colocar uma cópia sobre a outra.
Parabéns.

Obs.: Existem outros materiais sobre a qual se podem fazer entalhes obtendo também boas impressões e são eles a madeira compensada e o linóleo. Outro material que surgiu recentemente e vem fazendo sucesso na indústria moveleira é o MDF que tem superfície bem lisa, e também muito boa para entalhar pois não tem direção de fibras.
Obs.: A colher de pau é uma adaptação dos nossos dias mas é o “Baren” a ferramenta correta para pressionar o papel contra a matriz de forma homogênea

baren-01.jpg

Muito importante em nossa cultura, a arte da Xilografia ou Xilogravura teve grande participação na arte de cordel. Estas obras se caracterizam por poesias populares que inicialmente se propagavam de forma oral e depois passaram a ser impressas. Como estes folhetins precisavam de capa, vários ilustradores surgiram para este fim. Um dos mais famosos artistas brasileiros é José Francisco Borges, que aos 29 anos começou a escrever poemas  e no seu primeiro utilizou-se de um ilustrador local para fazer a matriz de sua capa. Como não tinha dinheiro para contratar tais profissionais para suas poesias seguintes, começou a fazer suas próprias matrizes e ilustrações e não parou mais. Tendo feito mais de 200 ilustrações para lieraturas de cordel, sua arte aumentou de tamanho e dentro do tema vida nordestina confeccionou varias imagens que foram descobertas por marchands do Brasil e do mundo. J. Borges, como assina, já expos seus trabalhos várias vezes na Europa e Estados Unidos.

Sua obra tornou-se tão respeitada e conhecida no Brasil que até participou de aberturas de novelas como o grande sucesso “Roque Santeiro”. Ainda hoje novelas se inspram nesse visual quando o tema é o sertão do nordeste.


Dentre muitas obras de J. Borges está “A moça roubada”.

A Moça Roubada

Muito apreciada a xilogravura também serve de inspiração para materiais promocionais como os calendários abaixo.

   

Com relação aos materiais para sua confecção, indicamos principalente as tintas. Algumas marcas boas são a LUKAS, SAKURA, TALENS e a SPEEDBALL. Por se tratar de material importado, o custos das tintas especiais para xilogravura é alto e os tubos vêm em pouca quantidade. Para resolver este problema com uma solução local, procure uma gráfica perto e sua casa e peça ao proprietário um pouco de tinta de impressão offset que servirá da mesma forma e existem nas cores Preta, Azul (cyan), Magenta (um rosa escuro) e Amarela. A mistura destas dará uma gama de cores muito boa para se iniciar nesta arte tão fantástica. Segue aqui o link do site da Speedball na parte de materiais para xilografia em geral, que já podem ser encontrados em lojas de material artístico aqui no Brasil.             http://www.speedballart.com/our-products.php?cat=13

Anúncios

58 comentários

  1. oksasakoksokasakooskakoskaok
    oskaaoksakssoksoksokoaksokas
    oaksokaoskasoksakosaoksaokok


  2. amei..
    adorei!!!
    quero começar a fazer algumas coisas…vcs me inspiraram…eu tava tao sem rumo…num vazio de ideias…
    Pow..pow…
    se acenderam as luizinhas criativas…
    mtos bjusssssssss
    e suce$$$$$$$$$$o


  3. tambem fiz uma coisa dessas mas foi em linoleo
    é muito engraçdo e no final fica lindo


  4. Faço Xilo desde 1994 , más fui criado vendo meu pai e Meu tio Faze, com isso aprende e vivo só da XILO, é muito legal e gratificante quando as pessoas te parabenizam por um trabalho seu que ela gostou muito.
    Um forte abraço. bjs.


  5. Muinto bommmm eu ja to fasendo e vendendeo varios tambem é muinto lucrativo e divertido de faser no comesso paresse feio mais depois fica otimo obrigado e $u$$$$$$$e$$$$$sso para vcs bjs


  6. To gostando muinto!!


  7. Bom Dia!

    Minha dúvida é sobre xilografar em um aplicativo gráfico, isso é possível?

    Existe algum tutorial (manual) que eu possa baixar para o meu PC e ver os recursos?

    Se conhecer algum, e puder disponibilizá-lo, eu agradeceria muito.

    Obrigado,

    Zenilton Soares


  8. O conteúdo do site ficou muito bom. Eu já tinha visto antes uma reportagem que falava sobre Xilografia, e gostei muito.


  9. muito bom!

    serve para estapar em roupas também tipo camisetas?


  10. Quem estiver disposto a aprender a arte da Xilogravura.
    Nos dias 13,14 e 15/06 em Taubaté-SP acontecerá o III workshop de xilo com André de Miranda.
    Informações e inscrições através do email:
    inscricao@oswaldogoeldi.com.br
    Não percam…. será maravilhoso….


  11. Olha esse esquema da xilografia é muito bom, mas eu não achei a minha pesquiza que eu preciso para a escola…


  12. ola!!!
    estou com uma duvida, você pode me agudar?
    tenho que fazer uma xilogravura para ser a capa para uma exposição na faculdade e estou com medo de escolher a letra errada, você poderia me ajudar ficaria muito grato .


  13. amei!!!
    gostaria de saber se consigo fazer esta tecnica com os alunos de 7 a 9 anos . penso em usar personagens da ruth rocha e o trabalho com as ferramentas ficará a cargo dos pais. bjos


  14. Quero saber o nome do Gravurista desse Sol…

    obrigada!

    até mais!


  15. olá ,eu stou fazendo um curso de decoração, e agora estou aprendendo sobre quadros.
    muito legal sua pagina.
    Grata; Mara Regina


  16. Olá´,estou fazendo um curso de arte vial, e achei muito iportante a sua pagina. salvador BA.


  17. gostei! uma explicação curta, direta, gostaria de saber se tem um lugar p comprar esse material com preço muito bom,
    sou artista plastica educadora, e vou ensinar nas ongs onde dou aula,
    mas sabe como ong é, tem pouca verba…
    um grande abraço…


  18. Super valeu!
    Creio no conhecimento, a cultura como patrimônio da humanidade.
    Bendito quem semea cultura!
    Escrevo poesia há anos e quero reuní-las num livro ilustrado com xilogravuras.
    Abraços
    Andreluz


  19. […] na bagagem o dom de um grande artista. Naturalizou-se brasileiro e aqui realizou sonhos, estudou xilografia e diagramação, foi escultor, gravurista e chargista. Também foi aviador, meteorologista e […]


  20. Olá, trabalho com alfabetização de jovens e adultos estamos confeccionando um livro de cordel, amei as idéias .
    estarei aplicando na sala de aula.


  21. vcs nao tem oq eu quero falo


  22. olá,sou artista plastico à anos e faço paisagens e novos desenhos.gostei de fazer essa pesquisa sobre litogravura,xilogravura até porque tenho vontade de formar nessa area,porque faz parte da nossa cultura e patrimonio historicos do nosso povo.


  23. Amei esse blog,
    Muito obrigada por compartilhar o passo a passo dessa técnica, é a minha favorita!
    Parabéns
    Nina
    ninapicnic.wordpress.com


  24. […] próprias para madeira. Uma das minhas técnicas favoritas, como já tinha comentado. Achei esse blog que ensina o passo-a-passo da […]


  25. chato


  26. ddddddddddddddddd+++++++++++++++++++++++++++++++++


  27. Primeiro queria agradecer pelo blogue, e fazer uma pergunta:
    Só é considerado xilogravura se for feito utilizando o processo de esculpir a madeira?Por exemplo:se eu colocar pregos (ou qualquer outra coisa que não se desloque uma vez presa a madeira base)e aplicar tinta sobre esse e fazer o resto do processo normalmente…seria considerado uma xilogravura tambem?


  28. muito legal é priston


  29. Adorei essa dica!!!! Com certeza irei usá-la. Obrigada!


  30. gotei irador


  31. adoreii e muito interessante


  32. muiiito loko .. uhaushauhsua’


  33. muiiiito legal…………


  34. Ficou bom em..? é assim que escreve, com virgulas e pontos! não pode errar mais, okay?


  35. que orror isso gente pareeeeeeeeeem


  36. ficou marromeno ñ gostei muito ñ em !certo


  37. xilografia eka


  38. ficou muito bom esse trabalho.xuxu blz!


  39. xilografia ñ
    é mais consertaza vou prescisar eko


  40. ficou muito bom esse trabalho do cordel.xuxu blz!!!!!!!


  41. ficou lindissimo apesar de eu nao ter lido.Mas para mim ficou muito bom pra xuxu de verdade …………a brenda quer uma copia;e a ta


  42. EU gostei muito , aco ate que vou ir bem nesse trabalo de portugues com artes.aaaaaaaaaaffffffffffffff. Ninguem merese


  43. cara tenho que fazer um trabalho da escola !!!!!!


  44. queria fazer um dever sobre o cordel mais nao sei fazer de reito


  45. ESTE ESTUDO E ECE SITE E MUITO BOM AGORA EU SEI QUE QUIE CORDEL EU PESSO PBRIGADO PURESE SITTE.J AM IKE YOU HAM KAOBE,.


  46. esse site e muito bom eu queria pedi obrigado porece site muito obrigado mesmo


  47. sou muito fã da arte pernambucana


  48. Reblogged this on AnaJuliaBlog.


  49. Eu aprecil a arte, e faço algmas coisas pretendo entrar no mundo dessa arte ,pramim sao uns verdadeiros artistas.


  50. Amei estes trabalhos….pretendo aprender ,pois me dispertou meu espírito artístico
    DEUS os abençoe .


    • Obrigado. Aproveite a inspiração e mãos a obra. Já já tenho mais projetos.


  51. tenho algumas xilogravuras de artistas famosos e gostaria de vende-las.


  52. Por favor, onde encontro em Salvador loja para comprar as ferramentas que aparecem nas imagens acima.
    Muito obrigado
    Ramon


  53. Olá, tudo bem?
    Gostaria de saber se existe xilogravura em vidro para artesanato.
    Aguardo contato pelo email.
    Obrigada.
    Neusa.



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: