Posts Tagged ‘MDF’

h1

Artesanato / Madeira / Pintura / Cursores / Crafts / Wood / Painting / cursors

23/10/2011
Dutra Máquinas

PATROCINA ESTE POST

Objeto de decoração de parede

Nosso projeto de bricolage envolve duas sugestões de elementos para decorar a parede próxima ao computador ou onde preferir. Sempre no estilo decoração faça você mesmo. São as duas formas mais comuns de cursores de computador, a seta e a mãozinha. Abaixo, os projetos de cada tipo de cursor:

A madeira usada para este projeto é o MDF de 1cm de espessura. Para sua confecção precisaremos de:

  • 1 pedaço de MDF de no mínimo 30 x 24cm
  • Lápis preto
  • Máquina de serra tico-tico
  • Lima fina
  • Lixa para madeira 180
  • Pincel
  • Solvente de tinta
  • Base seladora para madeira
  • Estilete
  • Tinta esmalte sintético na cor branca
  • Tinta esmalte sintético na cor preto fosco
  • Adesivo preto.

Após transferir o desenho do projeto fornecido usando carbono ou qualquer outra forma, divide-se a madeira para facilitar o corte, que será a próxima etapa.

Neste passo o corte será feito com uma máquina de Serra tico-tico, e portanto todo cuidado deverá ser tomado. Óculos protetores são indispensáveis. Como o pedaço a ser recortado é pequeno, a peça deverá estar presa com grampo à bancada de trabalho para evitar acidentes com as mãos. Para que este recorte seja bem feito não se deve ter pressa. Os cantos onde se encontram os cortes devem merecer toda atenção, pois o momento de parar o avanço da serra é que determina a precisão desta aresta interna e externa. Pratique em um outro pedaço até adquirir este controle de acabamento.

Para que o acabamento do corte fique o melhor possível, utilize-se de uma lima fina e de uma lixa 180 para madeira. Passando primeiro a lima e depois a lixa, qualquer rebarba do corte desaparecerá ou será muito atenuada. Passe de forma bem leve sobre a superfície para que a base seladora pegue bem.

Antes de pintar com a tinta branca é necessário uma demão de base seladora para madeira, pois o MDF é um material muito absorvente. Com esta demão, a madeira consumirá menos tinta, evitando inúmeras demãos para dar cobertura. Após secar a demão da base seladora, aplique a tinta esmalte sintético na cor branca por cima e aguarde a sua total secagem. As laterais também devem ser pintadas. No caso do cursor em formato de mão, as laterais e as arestas deverão receber uma pintura na cor preto fosco.

Aguarde a total secagem da peça e para finalizar, com o adesivo preto recortado em tiras de 1 cm de largura, faça os detalhes pretos na parte superior da peça. Tenha como referência o desenho do projeto.

No caso do cursor tipo seta, a parte que deve ficar preta é a central. Para tanto, recorte o adesivo preto (conforme modelo do desenho) e aplique sobre a peça. Pressione bem sobre a superfície usando um pano que poderá servir para empurrar para as extremidades as possíveis bolhas que venham a se formar. Caso não consiga levá-las até a bordas, recomendamos que faça um furinho com a ajuda de um alfinete e pressione para sair o ar aprisionado.

Pronto. Seus cursores estão terminados. Agora, para encerrar, faça um furo (que não deve exceder a espessura do MDF) bem no centro da parte de trás, para pendurar na parede com um pequeno preguinho.

Anúncios
h1

Projeto / Madeira / Baú Guarda Coisas / Box Guard Things

11/08/2011
Dutra Máquinas

PATROCINA ESTE POST

Neste post vamos apresentar o projeto para confecção de um Baú em MDF para guardar brinquedos e outras coisas que você precisar. Primeiramente, o desenho do projeto:

Desenho Técnico das partes do baú

A madeira usada neste projeto foi a MDF (Madeira De Fibra) na espessura de 9 mm, mas recomendamos a utilização de espessura mínima de 15 mm.  Em nosso desenho acima o projeto já esta com suas medidas feitas a partir de um MDF de 15mm.

Nosso primeiro passo é o corte da chapa de MDF para obtenção das partes do Baú. O MDF exige alguns cuidados e alguns deles explicarei em uma matéria mais para a frente. O MDF até pode ser cortado no serrote bem afiado mas as chances de lascas são grandes, pois o MDF tem melhor acabamento com máquinas de cortar de alta velocidade. Tanto a serra Tico-tico como a serra circular com dentes de vídea são recomendadas para um melhor acabamento. Risque a prancha e mãos a obra.

serra circular cortando a pranchaplacas de MDF cortadas

Recorte as laterais da tampa. Esta, por causa da curva, aconselha-se uma Serra Tico-tico em sua velocidade máxima.

Em seguida a todos os cortes verificamos se o acabamentos destes cortes estão bem feitos (caso contrário, passe uma lixa 180 para madeira) e vamos à montagem das partes. IMPORTANTE: Para essa montagem usar parafusos de haste reta e rosca soberba ou pregos estriados ou annular. São parafusos e pregos usados em paredes Drywall (paredes de gesso especiais). Deve ser usada cola para ajudar a fixação, sendo que as recomendadas são as de PVA ou Cola de contato.

pregando as laterais pregando as laterais da tamps

Pego Anular

Com as paredes pregadas e coladas chega o momento de se fixar o fundo, pois tendo a medida externa do baú, colocará o retângulo do fundo no esquadro. Em tudo que fazemos o esquadro da peça é o que dá a precisão dos encaixes e a beleza de uma peça bem montada. Neste passo também colocamos as ripas que acompanharão a curvatura da tampa. Para não errar, coloque (pregando e colando) as ripas das pontas e a do centro e depois como são em número ímpar, vá distribuindo para que os intervalos fiquem iguais. Na parte externa do fundo, em cada extremidade, deverá ser colada e pregada 2 (duas) partes das menores de MDF para fixação das rodinhas com parafusos. Após esta operação a colocação de dobradiças fixando a parte posterior da tampa ao corpo do Baú já pode ser feita.

colocando ripas na tampa colocando rodizios

Estas mesmas partes menores de MDF devem ser coladas e pregadas por dentro da parte dianteira da tampa com a finalidade de guiar e dar perfeição ao fechar da tampa do baú. E também por dentro em cada canto interno do baú, na medida que lhe for conveniente, visando segurar a tábua que divide a área interna do baú tornando-o melhor aproveitado. Na placa que será colocada como divisória, recomendo que sejam cortadas duas aberturas laterais (nesse caso, dois semi-círculos) para que fique mais fácil sua remoção.

guias para tampa lado intrno do baú

Para evitar que a tampa (que agora já tem um peso maior) vire sem limites para trás, coloque em cada lado interno do Baú e lado interno da tampa uma corda de nylon tipo corda de varal amarrada a um conjunto de parafuso e porcas conforme a ordem indicada na ilustração.

limitador abertura da tampa fixação lado interno baú

sistema de fixaçãoPartes do Baú montadas

Pronto. Agora é só pintar (se preferir)!

Baú fechado Baú de tampa aberta

h1

Projeto / Madeira / Apoio para pés / Support Foot

27/05/2011

O projeto para apoio dos pés em mesas de trabalho foi desenvolvido com retalhos de madeira MDF de 20mm de espessura. Comecemos pelo desenho do projeto:

Com a madeira riscada e sua serra tico tico ou circular de mão inicie os cortes. E já que estamos serrando as duas partes (iguais) laterais, aproveitamos e serramos as madeiras cilíndricas (cabos de vassoura) que unirão as duas laterais

  

  

Você poderá observar que na última imagem já aparecem os furos feitos na lateral para prender as madeiras roliças. Observando o desenho do projeto, você poderá notar que, para melhor fixação e também para evitar o jogo das partes com o uso, foi feito um alargamento (com uma broca chata de 25mm de largura) na furação das partes internas das laterais, no ponto onde a madeira cilíndrica encosta na lateral e que deverá ir até a metade da espessura desta lateral. A finalidade disso é que os quatro pontos onde estas encostam se encaixem e recebam cola antes do engatar final e um parafuso pelo lado de fora. Para facilitar o aparafusamento faça um pequeno furo na madeira cilíndrica.

     

O conjunto já esta preso e abaixo mostro os parafusos usados, as arruelas (que no caso de MDF são sempre úteis) e até as arruelas plásticas feitas com  tampa de lata de leite, tesoura e um vazador. Esta precaução visa evitar a erosão provocada pelo mover da parte que necessita ser presa, porém mantendo a mobilidade para se adequar à posição e movimento dos pés.

  

O resultado fica assim. Esse apoio serva para evitar a falta de circulação sanguínea embaixo das coxas e ajuda a flexão dos tornozelos.

Mãos a obra.

h1

Artesanato / Madeira / Móbile / Wooden Mobile

25/06/2007

titulo-artesanato.jpg titulo-madeira.jpg

MÓBILE

Nosso projeto de hoje é um Móbile.
(Móbile ou Móbil que são placas ou discos que podem ser de diferentes formas pendurados por fios que se agitam ao vento em movimentos imprevisíveis. Inventados por Alexander Calder (1898-1976) os primeiros móbiles datam de 1932 – Calder foi o primeiro a explorar o movimento em esculturas.

Vamos então ao projeto:

Materiais:
-Placa de MDF de 5 mm de espessura e seu tamanho depende de quantos elementos terá seu móbile. Tome por base que a área total deste que apresentamos é de 150 mm de diâmetro.
-Material de desenho
-Furadeira com broca 8
-Serra tico-tico elétrica ou manual com serra de acabamento fino
-Lixa 120 para madeira
-Tinta látex branca
-Tinta acrílica ou esmalte sintético nas cores de sua preferência.

(Lembre-se de usar óculos protetores, ter a peça a ser cortada bem fixada a uma base e um local para corte, limpo de objetos. Cuidado com suas mãos.

01.jpg

-Com o projeto em mãos trace o desenho sobre o MDF ou decalque sobre ele.
02.jpg 03.jpg

-A área em cinza no desenho técnico deve ser retirada. Faça um furo próximo à aresta de onde vai cortar, para que a serra possa entrar diretamente no ponto de corte. Dê preferência a cortar o risco mais externo da área que deverá ser extraída.
05.jpg

-Recorte com calma e com cuidado, inclinando a serra lentamente para acompanhar o risco curvo.
06.jpg

-Retirado o disco interno é hora de tirar a diferença do espaço que fica entre os dois círculos para que haja liberdade de movimento entre as peças.
08.jpg

-Recorte a borda externa do Sol.
09.jpg 10.jpg

-Lixe as imperfeições deixadas pela operação de serrar, faça os furinhos para os fios e… pronto! Vamos pintar!
12.jpg 13.jpg

-Primeiro uma demão de branco. (Não esqueça de forrar tudo e limpar os materiais usados para pintura).
14.jpg 15.jpg

-Depois as cores; a cobertura sobre o branco fica a seu critério, nós achamos que assim, meio manchado, ficou mais bonito.
16.jpg

-Prenda o fio para unir as 2 peças e em seguida o fio para pendurar o conjunto.
17.jpg

– Pendure em lugar que permita a passagem do vento para que o seu móbile seja dinâmico. Prenda diretamente no teto ou em um suporte para vaso, que afaste o móbile da parede.
18.jpg exemplo-mob2

%d blogueiros gostam disto: